Please reload

Posts Recentes

MP 936 retira direitos trabalhistas e não poupa nem as gestantes

May 20, 2020

1/10
Please reload

Posts Em Destaque

Panfletagem na Cinelândia encerra 16 dias de ativismo pelo fim da violência contra a mulher

December 13, 2016

O Fórum Nacional de Mulheres Trabalhadoras das Centrais Sindicais (FNMT) encerrou no final da última semana, com ato e panfletagem em frente à Câmara Municipal do Rio de Janeiro, na Cinelândia, Centro, os “16 Dias de Ativismopelo Fim da Violência contra as Mulheres”. O ato também protestou contra a retirada de direitos das trabalhadoras.

“Foram uma série de atividades, que começaram dia 25 de novembro, com debate público na Câmara de Vereadores e foram até 10 de dezembro, Dia Mundial dos Direitos Humanos. E a Força RJ participou ativamente da campanha, em defesa dos direitos da Mulher”, afirmou a secretária da Mulher da Força RJ, Aparecida Evaristo.

No ato de encerramento, sindicalistas ligadas a diversas centrais sindicais entregaram panfletos durante toda a manhã para homens e mulheres que passavam na Praça Floriano, em frente à Câmara Municipal do Rio e ao Theatro Municipal, no Centro, bem como quem chegava ou saía das estações do metrô na localidade. O material informativo esclarece sobre a reforma da Previdência e a vida das mulheres. Chama a atenção para o aumento da idade mínima para 65 anos, igual a dos homens, corte e restrição nos benefícios por incapacidade (auxílio doença e aposentadoria por invalidez), extinção do Ministério da Previdência e desmonte do INSS, desvinculação do piso previdenciário do salário mínimo, entre outras propostas.

“Nós, mulheres trabalhadoras das Centrais Sindicais, nos posicionamos e lutaremos incansavelmente contra qualquer alteração na regra da Previdência que implique em retirada de direitos de trabalhadores e trabalhadoras, sejam urbanas ou rurais”, afirma o informativo.

O FNTM também diz “Não!” para qualquer forma de violência contra a mulher e para qualquer retirada de direitos. Exige o fim da violência contra a mulher no mundo do trabalho, com a eliminação do assédio moral e sexual e da desigualdade salarial.

A campanha “16 Dias de Ativismo pelo Fim da Violência contra as Mulheres” foi criada em 1991 pelo movimento de mulheres e feministas vinculadas ao Centro para a Liderança Global das Mulheres. A campanha acontece em mais de 130 países, com o objetivo de promover o debate e denunciar as várias formas de violência contra as mulheres no mundo.

 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Siga

I'm busy working on my blog posts. Watch this space!

Please reload

Procurar por tags