Please reload

Posts Recentes

MP 936 retira direitos trabalhistas e não poupa nem as gestantes

May 20, 2020

1/10
Please reload

Posts Em Destaque

Temer perde. Câmara rejeita urgência na tramitação da reforma trabalhista

April 20, 2017

 

 

 

Foram 230 a favor, 163 contra e 118 abstenções. Com isso, o governo Temer não conseguiu aprovar a urgência na reforma trabalhista, que visa esfacelar o sindicalismo. A votação ocorreu na tarde desta terça (18). Agora, a matéria segue o trâmite das cinco sessões, antes de ir a plenário, abrindo-se também chances de pedido de vistas e emendas.

 

Razões - A Agência Sindical ouviu no início da noite Miguel Torres, que é vice da Força Sindical e preside a Confederação Nacional dos Trabalhadores Metalúrgicos (CNTM). Ele diz: “Os deputados já sentem a força da pressão popular e sindical em suas bases. Portanto, pensam duas vezes antes de aprovar medidas antipáticas”.

Para o dirigente metalúrgico, o governo não tem mais em mãos a carta da urgência. “Isso reequilibra o jogo e cria condições concretas para o diálogo. A tática de tratorar não deu certo, porque não é democrática”, comenta.

 

Greve - A derrota do governo, na reforma trabalhista, aquece os preparativos da greve geral do dia 28, avalia Miguel Torres, para quem as manifestações pró-greve crescem nas categorias e na base social.

 

Fonte: Agência Sindical

 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Siga

I'm busy working on my blog posts. Watch this space!

Please reload

Procurar por tags