Please reload

Posts Recentes

Frigoríficos aumentam propagação de covid-19 no interior do país

June 25, 2020

1/10
Please reload

Posts Em Destaque

Prédio de padaria ainda preocupa vizinhos

May 15, 2018

 

O imóvel que abrigava a padaria Sabina, em Santa Rosália, tem gerado preocupação por parte dos vizinhos devido do estado de abandono. Depredado, o prédio está atualmente com as portas abertas e segundo moradores das imediações, é comum ouvir barulhos de invasores. O proprietário do prédio, que desde 2013 locava o imóvel para a padaria, conseguiu reaver a propriedade recentemente e segundo a advogada que o representa, Fernanda Pereira da Silva, ainda nesta semana as entradas do espaço serão fechadas com alvenaria e a limpeza está sendo providenciada. 

A padaria encerrou as atividades no dia 2 de janeiro e nos 40 dias seguintes, o imóvel permaneceu fechado com uma grande quantidade de alimentos deixada em seu interior, o que provocou mau cheiro e proliferação de insetos. O local foi limpo em fevereiro, mas a falta de segurança tem causado incômodo entre as pessoas que trabalham e residem nas proximidades. 

Com portas de acesso pela avenida Pereira da Silva e pela rua Santana, é possível entrar no prédio sem dificuldades e moradores do entorno contam que a Polícia Militar já foi acionada diversas vezes por conta da presença de pessoas em situação de rua que utilizam o imóvel para dormir. Um morador do bairro que preferiu não se identificar conta que acompanhou o trabalho de policiais que estiveram no prédio e que a equipe da PM ressaltou que por conta dos materiais inflamáveis presentes no local há risco de incêndio. "Essas pessoas que passam a noite aqui podem colocar fogo em alguma coisa e consequentemente colocam em risco as residências vizinhas", reclamou. 

Há cerca de dez dias a porta principal do prédio precisou ser desmontada para que equipamentos fossem retirados do local. "Fizeram o último carregamento na semana passada", contou uma mulher que trabalha nas proximidades e pediu para ter o nome preservado. O trabalho, relata, demorou vários dias e o imóvel permaneceu sem portas. Depois de finalizada a desocupação, as portas chegaram a ser fechadas, mas no último final de semana, segundo a vizinha, foram depredadas novamente e seguem abertas. 

Segundo a advogada Valéria Bazzo, representante dos proprietários da padaria, que já abriu pedido de falência, a retirada dos equipamentos foi determinada pela 2ª Vara Cível de Sorocaba, em razão de uma ação de despejo que também corre na Justiça. Todo o material faz parte de um passivo que será usado, segundo a advogada, para pagamento dos créditos trabalhistas. Valéria contou que na semana passada as chaves do prédio foram entregues ao proprietário. 

A advogada que representa o dono do imóvel informou que desde 2013 a família responsável pela padaria locava o prédio, mas que no final do ano foi iniciada uma ação de despejo por conta de atrasos no pagamento do aluguel. "Todos foram pegos de surpresa com o fechamento repentino e somente na semana passada conseguimos reaver de fato o imóvel", contou. Segundo Fernanda, na quinta-feira um funcionário do proprietário passou cadeados nos acessos, mas as entradas foram violadas novamente e nesta semana serão realizadas obras que bloquearão as portas. 

Insegurança 

O vizinho do imóvel relata que embora os restos de alimento tenham sido retirados do prédio há mais de um mês, ainda há mau cheiro e muitos produtos estão jogados na calçada. Há também no local documentos e correspondência dos antigos empresários. "A polícia é acionada várias vezes por dia, pois as pessoas estão muito inseguras com o estado do prédio." O homem afirma que a vizinhança aguarda que o novo proprietário viabilize a limpeza e o devido fechamento do imóvel até que ele tenha uma nova destinação. 

Desde que as portas foram abertas por vândalos, a funcionária de um comércio das imediações relata que tem sido constante a presença de pessoas em situação de rua no imóvel. "Hoje sabemos que não há mais nada de valor ali, mas podem acabar ocupando o prédio", afirma a mulher.
 

 

Fonte: Jornal Cruzeiro do Sul

 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Siga

I'm busy working on my blog posts. Watch this space!

Please reload

Procurar por tags